Páginas

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

MINHA VONTADE

“Pai, se queres, afasta de mim este cálice; contudo, não seja feita a minha vontade, mas a tua”. Apareceu-lhe então um anjo do céu que o fortalecia. (Lucas 22.42-43)

Tive um professor que dizia que toda boa oração deveria começar com "Senhor, ensina-nos a orar" (Lucas 11.1) e terminar com "contudo, não seja feita a minha vontade, mas a tua". E Jesus, quando falou isso, estava se referindo à cruz.
Imagine o sofrimento que Jesus estava prestes a enfrentar. Agora repare na delicadeza do seu pedido: "Pai, se queres..." O objetivo era fazer a vontade de Deus.
Costumamos inventar um deus que concorde conosco para que ele queira o que nós queremos - e no fim, o deus sou eu. Mas Jesus foi até à cruz sem desobedecer o Pai. O objetivo de sua vida era a glória do Pai e fazer a sua vontade.
Que tenhamos como prioridade fazer a vontade do Pai. Afinal, não sou mais eu quem vive, mas Cristo vive em mim. Ou será que não?
Pense nisso!

fonte ibmalphaville
COMPARTILHE

Nenhum comentário:

Postar um comentário